Mesmo aqueles que recebem suas notícias via mídia social não confiam nela

Mesmo aqueles que recebem suas notícias via mídia social não confiam nela

                            

Um estudo do Pew publicado esta semana mostra que pelo menos dois terços do país recebe algumas de suas notícias nas mídias sociais, mas em geral eles ainda não confiam que sejam precisas.

O estudo da Pew valida o que você provavelmente já suspeitava com base nas atividades de seus amigos: dois terços do país recebe suas notícias das mídias sociais pelo menos em parte do tempo. Dito isso, o estudo também mostra que a maioria espera que as notícias sejam "em grande parte imprecisas", sugerindo uma dose mais saudável de ceticismo do que se poderia supor.

De fato, daqueles que recebem suas notícias nas mídias sociais, 42% acham que são "em grande parte imprecisos". E se você usa a "velha" mídia como sua fonte primária, então é mais provável que você encontre mídias sociais reportando ser suspeito – 68 por cento daqueles que descobrem as notícias via mídia impressa não colocam sua fé nas mídias sociais.

Essa é também a principal preocupação entre os entrevistados da pesquisa, com 31% de preocupação de que as informações sejam imprecisas. A segunda maior preocupação, que é muito tendenciosa ou política, foi compartilhada por um número comparativamente pequeno de 11%.

O tema do preconceito nas mídias sociais tem sido um tópico inebriante nos últimos meses. Na verdade, durante as audiências do Congresso na semana passada, onde o CEO do Twitter, Jack Dorsey, e a COO do Facebook, Sheryl Sandberg, responderam às preocupações sobre notícias falsas e interferência nas eleições, havia numerosos casos de manifestantes se inserindo no processo para reclamar de tal preconceito.

Laura Loomer, que estava filmando-se com um bastão de selfie rosa (pelo poder de Ra, Laura, tem algum respeito por si mesmo), gritou sobre Dorsey tentando inclinar a eleição em favor dos democratas. Ela teve que ser levada para fora enquanto o deputado Billy Long gritava chamadas de leiloeiro brincando às custas dela que deixavam toda a sala em um monte de risadas. Enquanto isso, Alex Jones, dos Infowars, foi flagrado no senador Marco Rubio em um corredor, perguntando sobre o preconceito contra os conservadores e o “banimento das sombras” ao fazê-lo.

Mas a evidência do Pew sugere que não é um viés político que está realmente incomodando os consumidores de mídia social.

Quanto a onde usuários preferem receber suas notícias – bem, o Facebook ainda tem esse mercado encurralado. O Reddit lentamente se tornou a fonte dominante de notícias entre os sites de mídia social, pelo menos para seus usuários. Ainda não tem o alcance do Facebook, mas entre os usuários pesquisados, um total de 73% disse que recebeu suas notícias por lá.

via Axios

        
                             Notícias usam em plataformas de mídia social 2018
                             no Pew Research Center
                    

    

     Leia a seguir:
    
        A Apple transmitirá seu evento no Twitter pela primeira vez

                            

                        

Post Original Aqui

Ole também: comprar views stories instagram

Siga e curta nas redes sociais:

Deixe uma resposta